Arquivo da tag: Seleção Brasileira de Futebol Feminino

Rádio afirma, mas demissão de Kleiton Lima não é confirmada

Na tarde desta quinta-feira, 3, durante a transmissão do jogo entre Viana/MA e Foz Cataratas/PR, válido pelas semifinais da Copa do Brasil de 2011, uma notícia veiculada pela Rádio Transamerica Foz, deixou a comunidade e demais envolvidos com o futebol feminino nacional muito atenta.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

Segundo o narrador da rádio, informações davam conta de que Kleiton Lima havia sido demitido do cargo de técnico da seleção brasileira. Imediatamente começaram a pipocar questionamentos de pessoas interessadas em confirmar a informação. A CBF se manifestou aos que a procuraram dizendo que não tinha conhecimento da notícia.

Pouco depois, a Rádio informou que as jogadoras Renata Costa e Bárbara davam como certo o afastamento de Kleiton do comando da seleção.

O FPM apurou que Kleiton Lima não recebeu a notícia da suposta demissão, e o site da CBF não traz nada relacionado. Portanto, não há informação OFICIAL sobre o que veiculou a Rádio Transamerica Foz na tarde de ontem.

O FPM segue buscando informações precisas sobre o fato.

Brasil vence a Noruega e lidera o grupo D

O Brasil venceu neste domingo a Noruega por 3×0, em Wolfsburg, na Alemanha, com grande atuação de toda a seleção, sobretudo da nossa camisa 10, Marta, que deu trabalho à zagueira norueguesa Holstad. Com o resultado, as brasileiras garantiram a liderança do grupo D, somando 6 pontos e garantindo a classificação para próxima fase da Copa do Mundo.

O jogo começou meio lento com muitas bolas perdidas por ambas equipes e o Brasil levou um susto quando antes dos 20 minutos, Fabiana em uma jogada na linha de fundo, chutou o chão e contundiu o tornozelo direito, saindo de maca. Mas ficou tudo bem com Fabi e ela voltou a campo. E para acalmar ainda mais os ânimos, aos 22 minutos, na primeira ofensiva decisiva da seleção, a craque Marta em jogada pela direita, se livrou da marcação norueguesa com um empurrão e driblou a zaga dentro da área, chutando pra abrir um placar. As européias reclamaram de falta na jogada da atacante, mas o gol foi válido. Aos 27 minutos, novamente Marta mostrou genialidade. Em um cobrança de escanteio ela quase marcou um gol olímpico. A Noruega tentava alguns lances, mas a zaga brasileira estava atenta e tirava as bolas, sem muito sufoco.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter:@futebolmeninas

Aos 40 da primeira etapa o Brasil teve chance de ampliar com Rosana, em chute forte de fora da área defendido pela goleira Hjelmseth. Aos 43, nossa goleira, Andréia, em bola dividida com o ataque norueguês, machucou a mão, mas logo se recuperou e o primeiro tempo terminou com o placar mínimo para o Brasil.

O intervalo parece ter feito bem para o Brasil. A equipe de Kleiton Lima voltou matadora e com apenas minuto de partida ampliou o placar com Rosana, que aproveitou bela jogada de Marta pela esquerda e meteu pra dentro da rede. A comemoração do tento teve direito a dancinha coletiva da equipe brasileira. Mal deu tempo de respirar e Marta marcou o terceiro do Brasil. A jogada saiu de um erro da zagueira norueguesa Mjelde, que recuou a bola para a goleira, sem contar com a disposição da atacante Cristiane, que partiu pra cima e recuperou a bola. Cris chutou para o gol, mas a bola foi defendida por Hjelmseth, que deu rebote. Marta pegou a bola que havia sobrado e com calma botou na rede. E mais dancinha em campo pra comemorar.

Meninas dançam em campo para comemorar o gol

Ao longo do segundo tempo a dupla Maurine-Marta criou ótimas oportunidades e triangulações. E a equipe da Noruega bem que tentou recuperar o prejuízo, mas a zaga brasileira manteve a segurança nos cortes. Ao longo do segundo tempo o Brasil conseguiu com toque de bola manter uma maior posse de bola e administrou bem a vantagem no placar. As européias chegavam as vezes até o gol de Andréia, mas não pareciam ter forças para reverter o resultado. Kleiton Lima fez algumas alterações no time, tirando Fabiana e colocando Francielle, e depois sacando Daiane e dando oportunidade de retorno a volante Renata Costa. Com isso, a equipe manteve o ritmo de toque de bola.

O Brasil comemorou bastante quando soou o apito final.Na próxima quarta as meninas enfrentam a equipe da Guiné Equatorial para tentar garantir a primeira colocação do grupo. Já as norueguesas não terão vida fácil e enfrentarão a Austrália para disputar a segunda vaga do grupo.

Confira uma análise diferente da partida no blog Laço da Chuteira

Próximos Jogos

Brasil x Guiné Equatorial – dia 06/07

Austrália x Noruega – dia 06/07

Brasil fez último treino antes de enfrentar a Noruega

A seleção brasileira fez no sábado o último treino antes de encarar as norueguesas pela Copa de Futebol Feminino da Alemanha. As meninas foram ao estádio de Wolfsburg onde neste domingo às 18h em horário alemão, 13h no horário de Brasília, farão o segundo jogo pelo torneio. O técnico Kleiton Lima teve 45 minutos para treinar a equipe e aproveitou para aprimorar jogadas ensaiadas, cobranças de faltas e escanteios. Em entrevista ao site da Confederação Brasileira de Futebol, a atacante Daniele contou um pouco sobre o planejamento de treinos da equipe. “Hoje (sábado) a gente trabalhou nossas jogadas, ontem, o treinador passou para gente como as norueguesas jogam, as jogadas das adversárias”, explicou a jogadora.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter:@futebolmeninas

Sobre a escalação da equipe para o jogo deste domingo, ainda de acordo com o site da CBF, Kleiton ainda tem algumas dúvidas, como por exemplo se poderá contar com a lateral direita Fabiana, que saiu do último jogo sentindo dores no joelho e ainda não está totalmente recuperada.

Boa sorte para as meninas!

Conheça um pouco mais sobre nossa guerreira Formiga

É muito fácil identificar aquele atleta que dá o sangue em campo. É aquele que vai em todas as bolas, que acredita em todas as jogadas, que não tem medo de entrar pra rachar. Entre as guerreiras da nossa seleção, é mais fácil ainda identificar este tipo de atleta e o nome dela é Formiga.

Miraildes Maciel Mota, ou Formiga, seu apelido no futebol, nasceu em 3 de março de 1978 em Salvador e iniciou sua vida futebolística aos 11 anos de idade, tendo a mãe como sua responsável no campeonato baiano, já que a Federação não permitia a participação de meninas com idade tão baixa. Mas seu interesse pela bola começou mesmo aos 5 anos de idade. Como na maioria das histórias, foi indo ao campo atrás do irmão mais velho, que Formiga se apaixonou pelo jogo.

“Quando ele saía para jogar, eu ia atrás. A bola saía de campo e eu corria para pegar.”, conta Formiga.

Miraildes Mota, a querida e alegre Formiga da seleção brasileira

Não a toa, Formiga já passou por vários clubes, entre eles Santa Cruz, São Paulo, Portuguesa, Santa Isabel e Palmeiras, que foi o último clube pelo qual atuou no Brasil, durante o Mundial Interclubes. No momento, Formiga está sem clube e aguarda contato de algum clube brasileiro, já que sua preferência é se manter por aqui, especialmente em São Paulo, para competir no Campeonato Paulista.

Dentre todas as meninas concentradas na Granja Comary, escolhemos contar um pouco mais da história da Formiga por algumas razões. Primeiro por sua garra dentro de campo e segundo porque esta é a quinta Copa do Mundo em que Formiga atua pela seleção e talvez seja na Alemanha, que nossa meia das mais aguerridas, encerre sua participação em Mundiais.

“As meninas me pedem para não parar, que eu ainda tenho gás para a próxima Copa do Mundo, mas não sei. Vamos ver se consigo chegar até 2015, por enquanto o que tenho na cabeça é que esta é a última Copa que disputo.”, diz Formiga sempre com o sorriso de boa baiana no rosto.

Veja a participação de Formiga nas Copas do Mundo:
Suécia 1995 – Brasil x Alemanha – Fase de Grupos
Suécia 1995 – Brasil x Japão – Fase de Grupos
EUA 1999 – Brasil x México – Fase de Grupos
EUA 1999 – Brasil x Itália – Fase de Grupos
EUA 1999 – Alemanha x Brasil – Fase de Grupos
EUA 1999 – Brasil x Nigéria – Quartas de final
EUA 1999 – EUA x Brasil – Seminfinal
EUA 1999 – Brasil x Noruega – Disputa 3º lugar
EUA 2003 – Brasil x Coréia – Fase de Grupos
EUA 2003 – Noruega x Brasil – Fase de Grupos
EUA 2003 – Brasil x Suécia – Quartas de final
CHI 2007 – Nova Zelândia x Brasil – Fase de Grupos
CHI 2007 – Brasil x China – Fase de Grupos
CHI 2007 – Brasil x Dinamarca – Fase de Grupos
CHI 2007 – Brasil x Austrália – Quartas de final
CHI 2007 – EUA x Brasil – Semifinal
CHI 2007 – Alemanha x Brasil – Final

Pá e Bola
Uma música – Nem um dia – Djavan
Um filme – Coração Valente
Comida – Pratão de arroz, feijão e bife
Bebida – Suco de acerola com laranja
Um jogador – Lúcio
Boleiras chegadas – (rindo muito) Marta, Ester, Maurine, Elaine
Palavra de incentivo – Sou brasileira, não desisto nunca
Brasil – Guerreiro

Nos despedimos de Formiga desejando boa sorte na Alemanha e com a certeza de que além de uma figura humilde e extremamente simpática, nossa meio-campista não vai dar moleza para as adversárias, até porque, se tem uma coisa da qual Formiga não tem medo, é de entrar em todas as bolas para rachar. Força Formiga! Nosso coração está com você e com a seleção!