Arquivo da tag: França

Suécia vence a França e garante o terceiro lugar

Este sábado, 16 de julho, foi com certeza especial para os suecos. É que a seleção do país conquistou o terceiro lugar no Mundial de futebol feminino, após vencer a França por 2 a 1. Os gols foram marcados por Lotta Schelin e Hammarström, para as suecas e Elodie Thomes, para as francesas.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

A partida foi bem movimentada desde o início, mas quem saiu na frente foram as suecas com a atacante Lotta Schelin. Aos 29 minutos do primeiro tempo, ela recebeu a bola pela esquerda, após um lançamento, e tocou de direita para balançar a rede.

A segunda etapa começou com gol das francesas, já aos 11 minutos. Elodie Thomes descontou. Mas a zaga da seleção da França continuou cometendo erros. Em um deles, mesmo com uma jogadora a menos, saiu o gol da vitória das suecas. Aos 37, Hammarström deu chapéu em uma adversária, driblou outra e mandou para dentro do gol, no ângulo.

Essa foi a segunda vez que a Suécia alcançou o terceiro lugar do Mundial. Em 1991, as meninas do país já haviam estado na mesma situação.

A final da competição você poderá acompanhar neste domingo, 17 de julho, às 15h45. No nosso Twitter você ainda confere comentários do jogo lance a lance.

Rolou na Copa: Canadá e Nigéria já estão eliminadas

Nesta quinta-feira, 30 de junho, teve início a segunda rodada do Mundial de futebol feminino na Alemanha. Para surpresa de todos, a seleção do Canadá, apontada como possível aspirante ao título, foi eliminada da competição depois de ser goleada por 4 a 0 pela França. Os gols foram marcados por Thiney (2), Abile e Thomis.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

No segundo jogo do dia, a Alemanha venceu a Nigéria por 1 a 0, em jogo difícil para as anfitriãs. Quem balançou a rede para as anfitriãs foi a camisa 6 Laudehr. O resultado deixou as euroéias no segundo lugar do Grupo A, já que as francesas estão melhor no saldo de gols.

Na próxima rodada, a França encara a Alemanha, em uma partida que promete ser eletrizante e uma das mais esperadas da Copa do Mundo. Canadá e Nigéria, já eliminados, se enfrentam.

Jogos de hoje:
França 4 x 0 Canadá
Alemanha 1 x 0 Nigéria

Jogos de amanhã:
Japão x México
Nova Zelândia x Inglaterra

Veja também:

Brasil, Alemanha e algumas observações no blog “Laço da Chuteira”

Rolou na Copa: anfitriã Alemanha vence Canadá por 2 a 1

Neste domingo, dia 26 de junho, além da linda festa da cerimônia de abertura da Copa do Mundo de futebol feminino, dois jogos agitaram os espectadores do Mundial. O primeiro deles, Nigéria e França terminou em 1 a 0 para as européias e o segundo, Alemanha – dona da casa – e Canadá fechou o placar em 2 a 1.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

Com o resultado alcançado pelas francesas, a equipe passa a figurar na segunda posição do Grupo A do Mundial. Já a Alemanha aparece na primeira posição. Ambas tem a mesma pontuação, mas as donas da casa tem um gol a mais.

Nesta segunda, Japão e Nova Zelândia se enfrentam às 10h e México e Inglaterra fazem grande jogo às 13h. As partidas são válidas pela primeira rodada do Grupo B.

Jogadora francesa usa convívio com Marta como aliado

Com grande campanha nas eliminatórias para a Copa do Mundo 2011, a ser realizada na Alemanha – a França conqusitou 11 vitórias, um empate e levou apenas dois gols  -, as francesas pretendem impressionar no Mundial. E mesmo com uma chave difícil na primeira fase da competição, já que elas encaram Alemanha, Canadá e Nigéria, as francesas e o técnico Bruno Bini acreditam em uma classificação.

Siga o Futebol para Meninas: @futebolmeninas

Para a Camille Abily, líder da equipe, a experiência nos EUA vai ajudá-la em campo, principalmente por ter convivido com a melhor do mundo Marta, na época em que atuava pelo Gold Pride, na Liga Americana de Futebol Feminino. Ela citou ainda uma americana e uma japonesa como referências do bom futebol.

“Essa experiência me trouxe muita coisa, porque possibilitou que eu convivesse com as melhores jogadoras do mundo. A gente aprende muito ao lado de atletas como Marta, Shannon Boxx ou Aya Miyama. Mas o mais importante é que pude perceber que a França não tinha do que se envergonhar. A aventura me deu confiança e também para todas nós”, contou ao site da FIFA.

A jogadora encerrou o discurso dizendo que tem vontade de ajudar a as bleues a recuperarem o prestígio. “Queremos mostrar outra cara, um pouco como a equipe masculina está fazendo atualmente”, encerrou.

Será que a convivência com a melhor do mundo realmente ajudou Abily? Veremos a partir de 26 de julho, quando a competição se inicia.