Arquivo da tag: Aline Pellegrino

Aline Pellegrino e Fabi estão de saída do Santos

Depois de três anos vestindo a braçadeira de capitã das Sereias da Vila, a zagueira Aline Pellegrino está de saída do Santos. A jogadora vestirá agora a camisa do FC Rossiyanka, da Rússia. Pellê, como é chamada carinhosamente pelas companheiras de equipe, vai disputar a Copa Uefa de futebol feminino. Além dela, a lateral Fabi também irá se transferir para a equipe russa.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

“É a chance da minha vida. Já tenho 29 anos e estou no finalzinho da minha carreira. Não podia deixar essa oportunidade. Mas, claro, vou sentir muito a falta das meninas e de tudo isso aqui. Vivi momentos únicos no Santos. Mas, se Deus quiser, isso é só um até logo”, disse ao site oficial a capitã.

O técnico Gustavo Feliciano a saída das meninas será difícil para o time, que já estava entrosado, mas ele tem certeza que terá peças de reposição. “Perder duas atletas como elas não é fácil. A Fabi é uma lateral que virou atacante no Santos, fez sete gols em sete jogos no Paulista. Já a Pellê é a capitã, o exemplo para muitas delas. Claro que será difícil perdê-las nessa altura do campeonato, onde o grupo estava completamente entrosado, mas, naturalmente, as posições serão devidamente ocupadas”, afirmou.

Boa sorte às duas!

Goleira Andréia é responsável pelos apelidos na Seleção

As meninas da Seleção Brasileira de futebol feminino estão concentradas, na Alemanha, para a estreia da próxima quarta-feira, dia 29 de junho, diante da Austrália. Mas no pouco tempo que têm livre, elas não deixam de aproveitar. A goleira Andréia é uma das que mais brinca com as companheiras. Talvez por isso, ela seja responsável pela maioria dos apelidos no grupo.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

A zagueira Renata Costa é chamada de Ursinho, porque segundo a camisa 1, ela é igualzinha ao ursinho Pooh. Já Formiga, Ester e Elaine são os três Reis Magos, por estarem sempre juntas.

Só que com a mania de apelidar os outros, Andréia também ganhou uam alcunha: velha. E não é por conta da idade, não. “Não tem nada a ver com idade. A Aline (Pellegrino) começou me chamando de velha poque eu sou um pouco perfeccionista. Gosto de tudo certinho, no horário”, disse ao site da CBF.

Outra brincadeira que rola entre as meninas é a de usar o nome das mães na preleção antes dos jogos. “A Formiga decorou os nomes das mães de algumas jogadoras e começamos a brincar assim. Na lista da preleção, antes do jogo, ao invés de colocarmos os nossos nomes, colocamos os das nossas mães”, contou Andréia.

A goleira disse ainda que considera as brincadeiras saudáveis e que vê como uma forma de unir ainda mais o grupo.

“Faremos coisas diferentes para conquistar o título”, diz Aline Pellegrino

A Copa do Mundo de Futebol Feminino já está batendo na porta das brasileiras. Com início em 26 de junho e término em 17 de julho, as jogadoras da Seleção Brasileira pensam em chegar na Alemanha e trazer este título inédito para o país. A capitão Aline Pellegrino é uma das mais ansiosas para disputa da competição.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

“É o evento da nossa modalidade. Só de chegar na Copa do Mundo é fundamental; é o maior evento do futebol. Chegaremos com um grande apoio, e isso por si só motiva demais. Vivemos o clima enquanto estamos concentradas, vemos a tabela, pensamos em quem enfrentaremos. Esse ano se Deus quiser faremos coisas diferentes para conquistar o título”, disse ao site oficial da CBF.

Buscando a aprimorar a técnica, as meninas do Brasil entram em campo neste sábado, dia 14 de Maio, às 16h, para disputar um amistoso com as chilenas. Depois do Chile, a Argentina será a próxima adversária.