Kaká

Pense em um príncipe encantado. Pensou? Agora vê se ele não tem essas características: moreno, alto, atlético, bem sucedido, religioso e que ainda liga para o pai de sua namorada para pedir sua mão em casamento. Bem parecido com o que você imaginou, não? Pois esse príncipe existe. Ricardo Izecson dos Santos Leite, ou simplesmente Kaká, está nos sonhos de várias meninas ao redor do mundo. Mas sua vida vai muito além da fantasia dos contos de fada.

Nascido em Brasília e criado em São Paulo, Kaká teve uma criação diferente da maioria dos jogadores de futebol devido à boa condição financeira de sua família. No entanto, nem tudo foram flores na juventude do meio-campista. Com 18 anos, Kaká sofreu uma fratura na espinha dorsal que quase o deixou paralítico, após um acidente dentro de uma piscina. Depois de ver o seu sonho de jogar futebol profissionalmente ser ameaçado, o menino que seria o orgulho do São Paulo Futebol Clube estabeleceu suas metas. Dez, para ser mais exata. Qualquer semelhança com a realidade definitivamente não é mera coincidência. Confira:

1)  Volta a jogar √

2)  Subir para os profissionais do São Paulo √

3)  Entrar no grupo dos 25 que participam dos campeonatos √

4)  Brigar por vaga entre os 18 que se concentram para os jogos √

5)  Conquistar a vaga de titular √

6)  Disputar o Mundial Sub-20 √

7)  Ser convocado para a Seleção adulta √

8 )  Jogar na Seleção principal √

9)  Disputar a Copa do Mundo √

10) Transferir-se para um grande clube da Itália ou da Espanha √

Detalhe: Na época em que determinou sua jornada profissional, Kaká não era nem mesmo titular do time de juniores do São Paulo. Apenas quinze meses depois, ela já havia alcançado oito de seus objetivos e outros mais vieram. Contratado pelo Milan em 2003, Kaká teve um carreira vitoriosa no rubro-negro italiano, tendo conquistado, dentre outros títulos, uma Liga dos Campeões e um Mundial de clubes. Ele parecia bem fiél a equipe de Milão, tendo recusado uma proposta milionária do Manchester City (Inglaterra), que se tivesse sido aceita teria sido a maior negociação do futebol mundial de todos os tempos. À época, em janeiro de 2009, Kaká afirmou que desejava continuar vivendo em Milão, cidade pela qual declarava seu amor incondicional. Isso até ele migrar para Madrid, para jogar no todo poderoso Real Madrid, mas esse capítulo na vida de nosso Kaká veremos mais pra frente.

Voltando a sua vida na capital da moda italiana, foi lá que Kaká deixou sua vida profissional um pouco de lado para dar um passo à frente em seu destino pessoal. O eterno Príncipe do São Paulo conheceu outra menina do Morumbi para ser seu par. Seu nome? Caroline Celico, filha de Celso Celico, a quem Kaká ligou para pedir a mão da filha em casamento, em 2005. Desde então, a família Izecson dos Santos Leite cresceu ainda mais. Em junho de 2008, nasceu Luca, primogênito do casal, que já havia confirmado a união perante os pastores da Igreja Renascer, instituição que, mesmo com problemas com a Justiça, continua sendo apoiada pelo craque dos gramados.

O príncipe, então, constituiu sua própria Família Real. E o que não faltam são súditas. Além desta família, o meia resolveu em 2009 fazer parte de outra família Real, a de Madrid, mais especificamente a do Real Madrid. Ele realizou seu sonho de infância de jogar no time merengue e deixou o Milan por altas cifras para fazer parte do elenco de novos galácticos de Florentino Pérez. Em Madrid ele ganhou a companhia de Cristiano Ronaldo, Benzema, Xavi Alonso, dentre outros craques.

O que se esperava de Kaká e de seus coleguinhas galácticos era que eles levassem o clube madridista à final da Liga dos Campeões da Europa da temporada 2009/2010, agendada para o estádio Santiago Bernabéu. Porém eles sequer conseguiram passar às oitavas de final, tendo sido derrotados pelo Lyon em casa. Kaká foi substituído neste fatídico jogo e saiu de campo xingando! Acreditem, nosso príncipe de Madrid também fala palavrão! A partir daí, nosso fofinho passou a ser contestado dentro do Bernabéu e, para piorar a situação, sofreu um grave contusão no púbis.

Após esse período turbulento, ele se recuperou a tempo de jogar a Copa do Mundo na África do Sul e fez boas apresentações, apesar do Brasil não ter trazido o caneco. Além disso, ele protagonizou um episódio inusitado e inesperado durante o mundial: foi expulso pela terceira vez na carreira! No jogo do Brasil, na primeira fase da Copa, contra a Costa do Marfim, Kaká se mostrou nervoso e ganhou um cartão vermelho, para surpresa geral. Após este fato, um MC chegou a criar o “Rap do Kaká Bad Boy”, mas nós continuamos achando ele um menino muito bonzinho, que de “bad boy” não tem nada!

Após a Copa, Kaká descobriu outra grave lesão que o deixou afastado dos gramados por mais de cinco meses e alguns jornais espanhóis chegaram a cogitar uma possível saída do craque do elenco do Real Madrid, após a chegada do meia alemão Mesut Özil. Mas dirigentes merengues e o técnico José Mourinho descartaram essa hipótese e nosso Kakazinho permaneceu no Bernabéu. No plano pessoal, Kaká ganhou um grande presente no final de 2010: sua esposa descobriu que está grávida! Ele será papai pela segunda vez! Parabéns ao nosso craque!

Humildade fora dos gramados

Fora das quatro linhas, mesmo agora sendo um galáctico merengue super assediado, ele continua com sua humildade de sempre. E mesmo casado, a beleza de Kaká estimula declarações de amor emocionadas de milhares de fãs pelo planeta. A ponto de o meio-campista não conseguir nem mais ir ao cinema quando está em São Paulo. É preciso que seus seguranças comprem os ingressos e que ele entre apenas quando as luzes se apagam. Vida de celebridade? Sim. Mas, sempre modesto, Kaká não se ilude com a fama e diz que será para sempre o Menino do Morumbi.

Ficha Técnica

Nome completo: Ricardo Izecson dos Santos Leite
Como é conhecido: Kaká
Data de nascimento: 22 de abril de 1982
Local de nascimento: Brasília, Brasil
Time atual: Milan, Itália
Principais conquistas: Milan: Liga dos Campeões da UEFA (2007) e Mundial de Clubes da FIFA (2007).  Seleção Brasileira: Copa do Mundo (2002) e Copa das Confederações (2005). Individuais: Bola de Ouro (2002), Melhor jogador do Mundial de Clubes (2007), Melhor jogador do mundo (2007) e artilheiro da Liga dos Campeões (2006/07).
Site oficial: não tem

15 comentários sobre “Kaká

  1. kaka começei a jogar futebol por sua causa agora jogo em um time pequeno da minha cidade , mas tenho 3 campeonatos graças a vc !!!

  2. Kaka vc e minha ispiraçao do futebol alem do Neymar e do C.Ronaldo en
    tre outros jogo no sociedade esportiva mathiluta estou com 3 titulos um do melhor jogador dois do 2 atilheiro e o outro de campeao sertanejo vc que me inspira nas jogadas e fala pro Real que burrice te trocar vc pelo neymar ele e bom mais nao quanto vc ele tambem tem seus a
    ltos e baixos mas ninguem se compara a vc vc ainda e o astro do brasil e sempre sera Cahpiell:sertanejo 11:anos

Deixe uma resposta para humberto Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>