Só dá ele: Dedé é o novo queridinho das quatro linhas

Ele foi chegando de mansinho e hoje já é considerado uma das grandes estrelas do time do Vasco. Com boas atuações no Campeonato Brasileiro, o zagueiro Dedé mostrou que não só os atacantes brilham e levam as equipes ao triunfo. Apelidado de Dedéckenbauer pela torcida - alcunha que mais gosta entre as que recebeu – , o craque alcançou status de mito e vive um momento maravilhoso na carreira.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

“Claro que qualquer jogador quer  ser ídolo, mas quando cheguei no Vasco, pensei em primeiro lugar em ajudar. Ser ídolo é uma consequência. Estou realmente vivendo um momento especial. Às vezes nem eu acredito que estou passando por isso”, contou o jogador.

No clássico contra o Botafogo no último domingo, 13 de novembro, em que o Gigante da Colina saiu com vitória por 2 a 0, o craque chegou até a se emocionar. Ao ver a máscara que o Lance! fez especialmente para ele, o zagueiro confessa que deu uma balançada. “Nunca esperei que fosse ter uma máscara com o meu rosto. Fiquei muito emocionado”, disse, completando que, inclusive, guardou uma em casa de recordação.

Muito discreto, assim como faz dentro de campo, o vascaíno  ainda está tentando desarmar a timidez para conviver com a nova posição que alcançou no futebol brasileiro. Por isso mesmo, Dedé mantém a família e a namorada na maior privacidade possível. Apesar disso, ele e Patrícia, com quem namora desde os tempos em que atuava pelo Volta Redonda, já tem até fã clube no Twitter.

Consciente, ele sabe que esse é o preço de se tornar ídolo de uma torcida, que após ajudar o time a conquistar a Copa do Brasil, continua com fome de títulos. Mas o jogador não reclama. “Estou muito agradecido”, encerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>