Entrevista: Kleiton Lima fala sobre a Copa do Mundo

Após o período de treino físico para parte do elenco da seleção feminina, o técnico Kleiton Lima conversou com exclusividade com o FPM. Às vésperas do início do Mundial da Alemanha e tendo pela frente o amistoso contra a Argentina, Kleiton tirou algumas dúvidas que pairavam sobre as cabeças ansiosas dos fãs do futebool feminino.

Siga o Futebol para Meninas no Twitter: @futebolmeninas

Por uma questão de tempo, a entrevista foi rápida, mas nossas perguntas foram respondidas. As expectativas do homem responsável por dar um padrão tático à nossa seleção, são as melhores possíveis. Segundo Kleiton, o trabalho de renovação da seleção passa por um bom momento, tendo uma média de idade de 24 anos, ou seja, temos no elenco juventude e experiência mescladas.

Kleiton Lima: Alemanha na cabeça a meses!

“Tudo é momento, nós passamos por um período de observar novas jogadoras, mas agora já temos um projeto mais maduro, especialmente porque numa Copa do Mundo não é possível investir apenas em jogadoras da base, é necessário conciliar experiência com renovação e temos este equilíbrio agora.”

Se nossa seleção evoluiu em 4 anos (desde o último Mundial) outras seleções também amadureceram neste período, e Kleiton sabe disso. Destacou também a importância de chegar a Alemanha com um nível técnico elevado para fazer uma boa competição, mas não esqueceu de destacar que em seis jogos, é necessário mais que atenção. Qualquer falha pode ser fatal e destruir o sonho da conquista do que pode ser o primeiro título mundial das nossas meninas, que, vale relembrar, tem uma excelente campanha em Sul e Panamericano.

Grupo do treino fisico desta terça-feira.

“Nossas meninas estão comprometidas e tem se entregado verdadeiramente, portanto, estamos otimistas. Mas também não dá pra afirmar que conquistaremos o Mundial porque não se pode desprezar nenhuma das seleções que disputarão a Copa. Claro que o futebol feminino brasileiro tem sido vitorioso num passado recente, mas sabemos bem em que nível está o futebol feminino da Alemanha, da Suécia, Canadá, Coréia, Japão, Inglaterra. São seleções que estão se preparando muito bem pra essa competição.”

Kleiton tem estudado diariamente as seleções que enfrentaremos na primeira fase, com alguma dificuldade para conhecer melhor o trabalho da Guiné Equatorial que está sob o comando do também brasileiro Marcelo Frigerio, ex-técnico do Palmeiras feminino. “Eu estou vivendo a Copa do Mundo desde o final do Sulamericano, quando ratificamos nossa participação. Tenho dvd de alguns jogos, tenho visto o que a Noruega tem produzido. É uma seleção tradicional, sempre vai bem em Copa, tanto que já levantou a taça. Em 2008 pude enfrentar a Noruega sub-20 e algumas jogadoras daquela época agora fazem parte da seleção principal, conheço o estilo da treinadora Eli Landsen.”

Se a Noruega parece não ser novidade para Kleiton, a Austrália o tem surpreendido pela evolução, pela juventude e pelo estilo que se aproxima e muito do estilo estadunidense de jogar. Já da Guiné se tem pouco conhecimento muito mais por conta da falta de vídeos, mas esta dificuldade é compensada quando a seleção da Guiné tem jogadoras conhecidas por Kleiton e também por conhecer o estilo do técnico Marcelo Frigerio.

O grupo presente na Granja Comary conta com 25 meninas, mas apenas 21 irão para a Alemanha, sendo que a última observação em campo e diante de um adversário, se dará no Recife. Todas estão comprometidas com o trabalho na seleção, mas algumas jogadoras vem de lesão e para Kleiton, a melhora do grupo não se dá em alguns aspectos apenas, mas em todos e diariamente. É com essa filosofia que o grupo trabalha e em todas as sessões de treino tem se extraído das meninas um excelente comprometimento e uma melhora contínua. A comissão técnica cobra muito das meninas e a resposta tem sido a altura.

“Temos praticamente 99% da seleção já definida para o Mundial, mas tomamos o devido cuidado e os treinos servem exatamente pra extraír pequenos indícios de uma ida ou não para a Copa. Temos meninas que vem de operação, outras com problemas clínicos devidamente avaliados pelo departamento médico, mas posso garantir que todas as decisões serão tomadas com muita maturidade e sobretudo, seriedade.”

O FPM está acompanhando de perto este período de treino das nossas meninas antes do amistoso contra a Argentina no dia 16, no Recife. Enquanto isso, veja um pouco do treino das meninas nesta terça-feira de muito vento e muito frio em Teresópolis.

10 comentários sobre “Entrevista: Kleiton Lima fala sobre a Copa do Mundo

  1. É cômico, para não dizer trágico. Falar que o tal do “treineiro” Kleiton vem dando “padrão tático” para suas protegidas é subestimar a inteligência dos torcedores. Falar que já tem 99% das atletas definidas para a Copa do Mundo é ridículo e mentirosa. O elenco para a Copa já está definido desde que esse “treineiro” assumiu. È metade do time dele, o Bangú/Kleiton A.C. (3º lugar no Campeonato carioca, junto com o Bonsucesso), a “panelinha” das veteranas de sempre para mantê-lo no cargo e, claro, como não podia deixar de ser, as reais e indiscutíveis jogadoras de futebol feminino Marta e Cristiane. Falar que observou “…por um período as jogadoras pelo Brasil” é outra MENTIRA. O terrítório dele é Guarujá e só….Que Deus proteja nossa seleção!

      1. Cara Cristina: Gostei do elogio. Pelo menos, eu tenho algum argumento, embora, infelizmente, não lhe agrade, mas que respeito, pois estamos num país democrático. Porém, esse “treineiro” Kleiton de Tal é ruim demais. Com a Marta e a Cristiane até eu, como técnico, ganho do Chile e vou ganhar da Argentina. Acorda, Cristina!!!!!!!

  2. Adorei a entrevista! Bom trabalho para ele e para as meninas, e com certeza irei ao mistoso contra a Argentina. Estou em contagem regressiva, super ansiosa para vê-las!!! Mas, muito mais do que vê-las em Reife, quero que elas arrebentem na Alemanha!!!

    Boa sorte meninas!!!

  3. Porque as jogadoras nao usam nos jogos esse mesmo tipo de short que estao treinando? Poxa, muito mais bonito!!!!! Assim parecem meninas e fica mais interessante de assistir. Campanha lançada!!!! Parabens FPM por dar força a essas guerreuras

  4. Eu tb irei ao Arruda acompanhar jogo da seleção pois é raro termos essa oportunidade ver Marta e cia tão perto.
    Porém por mais que eu admire o Kleiton Lima, o desempenho da seleção com as jogadores que temos está aquem do esperado, outra critica que faço é com relação a insistencia em escalar a Erika como zagueira (talento desperdiçado), porque não foi convocada nenhuma jogadora do CEPE/CAXIAS (atual campeã brasileira e carioca), não para fazer uma preparação qualquer competição em 20 dias e somente um amistoso, mesmo venhamos conquistar a Copa, é necessário repensar tudo sobre seleção feminina e para melhor.

  5. e DIGO MAIS È RARO OUVIR O NOME CEPE-CAXIAS NAS TRANSMISSÔES ESPORTIVAS DE FUTEBOL FEMININO> AGORA EU QUERO VER SE ESTE ANO TERÀ A LIBERTADORES FEMININA POIS AS SEREIAS DA VILA ESTÂO FORA DA MESMA E A COPA GAZ QUE PATROCINA A MESMA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>